quarta-feira, 23 de agosto de 2017

Conservação da Bacia do Itabapoana é tema de debate em São José do Calçado - ES



O Ciclo de Debates do Plano de Recursos Hídricos das Bacias Hidrográficas e do Plano Estadual de Recursos Hídricos (PERH/ES) chega, hoje, à Bacia do Rio Itabapoana. Usuários de água e representantes da sociedade organizada e do poder público dos nove municípios que compõem a porção capixaba da bacia hidrográfica se reúnem, a partir das 18h, no auditório da Secretaria de Educação de São José do Calçado. O encontro tem o objetivo de estimular o envolvimento e a mobilização da sociedade no processo de construção dos Planos de Bacia do Estado.

O Itabapoana é um rio de domínio da União e sua bacia abrange os estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo. Ele tem cerca de 212 quilômetros de extensão e em sua maior parte serve de divisa entre Espírito Santo e Rio de Janeiro. Sua foz fica entre Presidente Kennedy (ES) e São Francisco de Itabapoana (RJ). O Comitê Capixaba da Bacia Hidrográfica do Rio Itabapoana foi criado em junho deste ano, e reúne os municípios de Dores do Rio Preto, Divino de São Lourenço, Guaçuí, São José do Calçado, Bom Jesus do Norte, Apiacá, Mimoso do Sul, Muqui e Presidente Kennedy.

Durante a reunião, será feita uma apresentação técnica sobre o atual estágio dos planos e detalhado o cronograma das atividades dos próximos meses. O evento contará ainda com a realização de uma mesa-redonda, onde os participantes poderão debater os principais desafios relacionados à qualidade e à quantidade de água e também oferecer subsídios para a estruturação dos planejamentos estratégicos.

PERH/ES
O PERH/ES é um dos principais instrumentos na Política Estadual de Recursos Hídricos e firmará diretrizes e os critérios de gerenciamento da água no Espírito Santo para os próximos 20 anos. O objetivo é que o desenvolvimento econômico, social e ambiental do Espírito Santo seja feito de maneira sustentável e equilibrada, tendo em vista a disponibilidade de água em cada uma das 14 bacias hidrográficas capixabas. O PERH/ES deve ser concluído em julho do ano que vem.
Aqui Notícias

terça-feira, 22 de agosto de 2017

APAE de Italva comemora "Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla"




Semana Nacional da Pessoa com Deficiência Intelectual e Múltipla, promovida pela APAE de Italva, começou nesta segunda-feira (21/08) com um piquenique na Fazenda Experimental na Boa Vista. Até sexta-feira (25/08), a programação irá abordar variados temas como: reabilitação, desenvolvimento cognitivo, estímulos e acomodações sensoriais, higienes, direitos entre outros, encerrando na segunda dia 28 de agosto. Veja abaixo a programação:

- Terça-feira (22/08)
Palestra: Pessoas com Deficiência: Direitos, Necessidades e Realizações
(Assistente Social Rosiméria e Psicóloga Camila)

- Quarta-feira (23/08)
Passeata em Cardoso Moreira às 9h (Saindo da Rua Otacílio Bernardo)

- Quinta-feira (24/08)
Gincana

- Sexta-feira (25/08)
Passeata em Italva às 9h (Saindo da Rua Olívia Faria)

- Segunda-feira (28/08)
Palestra: Higiene (Enfermeira Flávia e Dentista).


Encerramento da gincana.

 "Somando esforços, subtraindo diferenças, multiplicando o apoio e dividindo responsabilidades o resultado será excepcional"ABRACE ESTA CAUSA CONOSCO!APAE DE ITALVA


sábado, 19 de agosto de 2017

7º FESTIVAL DE CHORINHO E SANFONA DE ROSAL DISTRITO DE BOM JESUS DO ITABAPOANA - RJ



O Festival de Chorinho e Sanfona de Rosal chega em sua sétima edição com o objetivo de preservar e difundir as raízes musicais do choro e da sanfona para as novas gerações. Através de para parceria com a Prefeitura e a Secretaria de Indústria, comércio, turismo e cultura de Bom Jesus do Itabapoana, em 2014, o SESI Cultural se tornou realizador do festival, por acreditar no potencial criativo do local e de sua comunidade.

O evento acontece de 7 a 10 de setembro, na única praça existente. As atrações se apresentam no palco principal, no Coreto e nas ruas de Rosal. Atividades como exposição de artesanato e praça de alimentação com comida típica acontecem, simultaneamente ao longo dos quatro dias do festival.

A programação está repleta de grandes nomes como a Fanfarra Rogério Figueiredo, Zé Paulo Becker & Semente Choro Jazz, Léo Gandelman, Robertinho de Recife e Tibor Fittel, Nicolas Krassik e Mestrinho, entre outros sucessos.

O PROJETO

A ideia de um festival de música era um desejo coletivo da comunidade de Rosal e, em 2009, esta ideia se transformou no primeiro projeto Festival de Chorinho e Sanfona de Rosal. A primeira edição aconteceu efetivamente em 2011, com recursos do município e o apoio de empresas locais.

Em sua segunda e terceira edições (2012 e 2013) permaneceu a mesma forma de realização, porém já era possível perceber a força do evento e a necessidade de um novo formato que viabilizassem um crescimento com qualidade e profissionalismo.

A entrada do SESI Cultural como realizador em 2014, consolidou o Festival de Chorinho e Sanfona de Rosal no calendário de eventos e turismo cultural do interior do estado do Rio de Janeiro, considerando também as regiões da Zona da Mata Mineira e Sul do Espírito Santo.

O evento cresceu e mostrou seu potencial de criatividade e transformação, com uma programação diversificada e de qualidade. A quarta edição foi marcada pela participação popular e o projeto conseguiu concretizar um de seus principais objetivos: a circulação de renda na localidade de Rosal.

O conceito de economia da cultura começa a tomar conta da localidade e o festival levou a esperança de que, com força de vontade e criatividade, é possível transformar as dificuldades em oportunidades.

Para o SESI Cultural, ser o realizador do festival é uma forma de ampliar suas ações no Noroeste Fluminense de forma efetiva e com resultados muito além do entretenimento em uma região que tem sede de cultura.

Promover a diversidade cultural é um dos objetivos do SESI Cultural e, ações como essa, que preservam o patrimônio imaterial, são fundamentais para o desenvolvimento de lugares singulares como Rosal.

SERVIÇO
Evento: 7º Festival de Chorinho e Sanfona de Rosal
Data: 7 a 10 de setembro de 2017
Informações: 08000231231

PROGRAMAÇÃO

07/09 – QUINTA-FEIRA
Praça e ruas
19h – Abertura com a Fanfarra Rogério Figueiredo

Palco principal
20h30 – Zé Paulo Becker & Semente Choro Jazz
22h30 – Léo Gandelman

Coreto
21h30 – Lira 14 de Julho

08/09 – SEXTA-FEIRA
Palco Principal
14h – Orquestra Popular de Macaé
17h – Pixinguinha para Crianças
20h30 – Robertinho de Recife e Tibor Fittel
22h30 – Choro na Rua

Coreto
16h – Amantes da Arte
21h30 – Choro da Glória

09/09 – SÁBADO
Praça e Ruas
14h –Sanfonada

Palco Principal
16h – Academia do Choro
20h30 – Luciana Rabello
22h30 – Nicolas Krassik e Mestrinho

Coreto
17h – Os 5 Companheiros – Homenagem aos 120 anos de Pixinguinha
21h30 – Rogério Almeida e Banda


10/09 – DOMINGO
WORKSHOP PRINCÍPIOS DO CHORO - COM LUCIANA RABELLO
Um panorama da história dos pioneiros do Choro
Local: Lira 14 de Julho
Carga horária: 2h
Entrada franca
10h30 às 12h30 – A partir de 14 anos

Mais informações no Teatro SESI Itaperuna tel.: (22) 3811-9246

* No dia 10 (domingo) a Prefeitura realizará um plantio de mudas
*Atividades simultâneas: exposição de artesanato e praça de alimentação com comida típica                       
Fonte: FIRJAN

PREFEITURA DE ITAPERUNA REALIZOU CAMPEONATO ABERTO DE XADREZ


A Prefeitura Municipal de Itaperuna, através da Secretaria de Esporte e Lazer, realizou neste sábado (19) Campeonato Aberto de Xadrez. O evento aconteceu nas dependências do Poliesportivo de Itaperuna com a presença do Prefeito Marcus Vinicius, Secretário de Esporte e Lazer Eduardo do Toldo, Secretário de Gabinete Oliver Trajano e representantes do Movimento Afro Brasileiro de Itaperuna-MOABI, além de outras autoridades e população em geral.

Participaram do Campeonato os Municípios de Miracema, Santo Antônio de Pádua, Natividade, Laje do Muriaé, Rio de Janeiro, Niterói, Juiz de Fora, Muriaé e Itaperuna.

A Premiação para o 1º lugar foi de R$200,00 e Troféu, 2º lugar R$ 100,00 e Troféu, 3º lugar R$ 80,00 e Troféu, 4º e 5º lugares foram contemplados  com Medalha e o melhor Itaperunense  recebeu R$ 100,00 e Troféu.

Além de ser uma modalidade esportiva, o xadrez traz inúmeros benefícios pra quem o pratica. Aprimora e reforça a capacidade de cálculos matemáticos; responsabilidade e tomada de decisão; melhora a concentração, ajuda a melhorar o relacionamento e sentido de grupo, afirmou o Secretário Eduardo do Toldo.

Um dos participantes gostou tanto da ideia, já que é fã do jogo. “Adorei a ideia. Sempre jogo xadrez na minha casa e essa é a primeira vez que participo de um campeonato, estou achando muito legal”, disse.

Por Cristina Rios
































ORQUESTRANDO A VIDA EM DESTAQUE NO CRIANÇA ESPERANÇA

Maestros Luís Maurício Carneiro e Jony William, com o jornalista Zeca Camargo e os músicos 
Conforme divulgação de sua assessoria de imprensa, a ONG Orquestrando a Vida passará a fazer parte das entidades participantes do Criança Esperança, em 2018. Neste sábado (19), o projeto social foi o foco de uma reportagem do programa “Como Será?” (clique para assistir ao vídeo), na Rede Globo.

Em seguida, os jovens músicos passaram a formar a orquestra que fez a trilha do “Mesão da Esperança”, sob a regência do maestro Luís Maurício Carneiro, de 7h às 13h, em diversos momentos da programação da Globo. A jornalista Ana Paula Araújo deu início aos flashes, ao vivo, com estrelas da emissora.

Em seguida, Zeca Camargo assumiu a apresentação e posou com a orquestra, esbanjando simpatia. Os músicos se apresentaram com o tenor Thiago Aracan, em uma das participações. No último flash, a jornalista Fernanda Gentil, do “Globo Esporte”, brincou com os jovens e regeu a orquestra.

Nos bastidores, os pequenos Ana Liz, Vitor e Carlos, músicos da entidade, encantaram as estrelas da Globo. Eles posaram para fotos com os apresentadores Luciano Huck, Alex Escobar e com o jornalista Cauê Fabiano.

No último dia 12, o diretor de programas da TV Globo, Gustavo Nogueira e o produtor musical Rodrigo De Marsillac, foram recebidos pelo presidente da Orquestrando a Vida, maestro Jony William e pelo diretor artístico, maestro Luís Maurício Carneiro, para acompanhar o ensaio dos músicos que estarão na orquestra do “Mesão da Esperança”.


A iniciativa da Rede Globo em parceria com a Unesco, criada em 1985, tem como objetivo chamar a atenção da opinião pública para a situação da infância e da juventude, expondo ao debate problemas que atingem crianças, jovens e adolescentes.

 Crianças da Orquestrando a Vida posam com o jornalista Cauê Fabiano 


 Orquestrando a Vida brilha no Criança Esperança 

 Nos bastidores, Jony William, Ana Liz, Vitor e Carlos, posam com Alex Escobar

Orquestra posa com a jornalista Fernanda Gentil 

 Músicos exibem a alegria de vestir a camisa do Criança Esperança










                                                                     Crianças posam com Luciano Huck


II DESFILE DOWN ITAPERUNENSE!


SECRETÁRIA DE AÇÃO SOCIAL DE ITAPERUNA CAMILA PIRES VISITA O SCFV DO DISTRITO DE ARÉ!


A Secretária de Ação Social, Trabalho e Habitação de Itaperuna, Camila Pires, visitou o Núcleo do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) do Distrito de Aré para avaliar o funcionamento dos programas, onde foram realizados  oficinas, brincadeiras e muitas risadas.

Segundo a Secretária Camila Pires as visitas técnicas têm o objetivo de avaliar a realidade de cada equipamento social para que os serviços atendam as reais necessidades dos usuários. “Essas visitas também têm outra finalidade especial, que é a de estreitar as ações dos núcleos dos SCFV para que se criem vínculos mais fortes com as famílias atendidas por essas unidades”, destacou a Secretária.

Contando com o apoio direto dos orientadores sociais, coordenação do serviço e toda equipe que faz parte do quadro que envolve a atividade do SCFV de 06 a 15 anos, a Secretaria de Ação Social tem priorizado ações que mudou significativamente a situação do serviço.

A coordenadora do SCFV afirma que a Secretária Camila Pires  e o prefeito Marcus Vinicius estão de parabéns pelos esforços que fazem para oferecer a cada dia melhorias nos serviços.

Foi realizado  também durante a semana tudo sobre o Folclore Brasileiro, onde na oportunidade, a equipe proporcionou para as crianças um momento de viagem no mundo da imaginação, onde foi dada ênfase a Lenda de Curupira, sempre deixando claro o respeito e a valorização à cultura popular brasileira.

Os métodos utilizados para fazer com que os pequenos viajassem no mundo do faz de conta foram as contações de historias infantis.

O  folclore brasileiro é rico em personagens lendários e o curupira é um dos principais. De acordo com a lenda, contada principalmente no interior do Brasil, o curupira habita as matas brasileiras. De estatura baixa, possui cabelos avermelhados (cor de fogo) e seus pés são voltados para trás. Este pequeno índio é forte e muito esperto.