segunda-feira, 20 de abril de 2015

Bom Jesus do Itabapoana -RJ recebe Unidade Móvel de Ressonância Magnética do Governo do Estado



Pacientes de Bom Jesus de Itabapoana e outros 13 municípios poderão ser atendidos pela Unidade Móvel de Ressonância Magnética do Governo do Estado, que estará na cidade entre os dias 16 de abril e 14 de maio. Além de Bom Jesus, a iniciativa engloba as cidades de Varre Sai, Porciúncula, Natividade, Laje do Muriaé, Itaperuna, Miracema, São José de Ubá, Italva, Cardoso Moreira, Cambuci, Santo Antonio de Pádua, Aperibé e Itaocara.

O equipamento móvel está localizado na Rua Philomena Cyrillo, 50, Centro de Bom Jesus, em frente à secretaria municipal de Saúde.

Os exames são realizados a partir do agendamento prévio, feito pela secretaria de saúde de cada município com a SES. O atendimento acontece de segunda a sexta-feira, das 07h às 21h, e aos sábados e feriados das 07h30 às 15h. Os resultados são disponibilizados para os pacientes através das secretarias municipais.

169 mil exames

Os serviços móveis de diagnóstico por imagem do Governo do Estado bateram a marca de 169 mil procedimentos realizados. Dois tomógrafos, uma ressonância magnética e um mamógrafo móvel, que funcionam em carretas especiais e reúnem investimentos de R$ 13,4 milhões, são os responsáveis pelos números inéditos no país. Os equipamentos foram inaugurados para suprir a carência de regiões onde o acesso a exames de imagem na rede pública de Saúde é inexistente ou incapaz de atender à demanda.

Interior beneficiado

Em 2009, foi inaugurado o primeiro tomógrafo que, assim como os outros três aparelhos, roda municípios-polo escolhidos por sua localização ou densidade demográfica, beneficiando também cidades próximas. Em agosto de 2010, o Estado colocou na estrada a ressonância magnética, que já percorreu 27 municípios, atendendo 29.498 pacientes e realizando 35.063 exames.

No ano seguinte, foi inaugurada a segunda unidade itinerante de tomografia móvel que, junto com o primeiro aparelho, já rodou todo o estado, atendendo 81.858 pacientes e realizando 110.883 procedimentos. Em dezembro de 2013, a população fluminense ganhou o mamógrafo móvel, responsável por fazer, até o momento, 15.790 mamografias, 7.888 ultrassonografias e 261 biópsias.

Equipamentos de última geração

Os exames de imagem possibilitam um diagnóstico preciso e rápido, além de permitir um tratamento mais adequado. A diferença entre a tomografia e a ressonância magnética não está na qualidade, mas, sim, nas aplicações e tecnologia. Para tecidos moles, como encéfalo, medula espinhal e óssea, músculos, tendões, meniscos, cartilagem, fígado, vasos e artérias cerebrais, a ressonância é mais indicada por ter maior sensibilidade e especificidade diagnóstica. Já para pacientes vítimas de trauma, com cálculos renais e doenças do tórax, a tomografia é o procedimento ideal.

A mamografia é indicada para diagnóstico de lesões e tumores nas mamas. No serviço disponibilizado pelo Governo do Estado, também é possível realizar ultrassonografia nos pacientes do Sistema Único de Saúde e biópsias mamárias, caso o médico detecte alguma alteração no procedimento. A iniciativa visa, principalmente, o diagnóstico precoce do câncer de mama, tipo mais comum entre mulheres no Brasil, que registra cerca de 13 mil mortes por ano.

Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário