quinta-feira, 20 de julho de 2017

ABERTURA DA XXV EXPOSIÇÃO AGROPECUÁRIA DE CARDOSO MOREIRA-RJ


Na noite desta quinta–feira, (20), ás 19 horas aconteceu à cerimônia de abertura da XXV Exposição Agropecuária, Comercial e Industrial de Cardoso Moreira-RJ.

Autoridades presentes: Prefeito Gilson Siqueira, Vice-Prefeito Renato Jacinto, Presidente da Câmara de Cardoso Mosreira Ediel Sardinha, vários secretários do Município e Vereadores. Prestigiou também a Festa o Secretário de Estado de Agricultura Jair Bittencourt, Deputado Federal Júlio Lopes, Deputado Estadual João Peixoto,  Prefeito de São José de Ubá MarcionIlio Botelho Moreira, Superintendente de Agricultura e Pecuária de Campos dos Goytacazes Nildo Cardoso, Prefeita de Italva Margareth Soares, Vice-Prefeito de Italva Bruno Sousa, Presidente da Câmara de Italva Claudinei Mello,  Ex-Prefeito de Sâo José de Ubá Josely Ferreira de Siqueira,  demais autoridades da Região.

Após a abertura e as solenidades oficiais no estande da Prefeitura Municipal, a tradicional Noite Gospel foi realizada no espaço de shows e eventos do Parque de Exposições. Os shows da noite são do Ministério Hebrom e da cantora Ivana.

Cobertura em tempo real da Rádio Transmania FM, cobrindo todos os acontecimentos da Expô de Cardoso Moreira.
 































Nº de habitantes por médico no Norte é quase 3 vezes o do Sudeste; veja o raio-x da carreira










Em julho de 2017, o Brasil tinha mais de 440 mil médicos com registro ativo no Conselho Federal de Medicina. Segundo a Associação Nacional de Médicos Residentes, porém, vagas de emprego são muito mais difíceis nas capitais e grandes centros.

Quem pensa em fazer o vestibular com interesse em seguir a carreira de medicina vai se deparar com o seguinte cenário: um país com um número crescente de médicos, mas uma distribuição ainda desigual entre as regiões. Atualmente, o Brasil tem mais de 440 mil médicos em atividade e uma população estimada em 207 milhões de pessoas, segundo dados do Conselho Federal de Medicina (CFM) e projeções do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para julho de 2017. Isso representa uma média nacional de 470 habitantes por médico registrado.
Mas a situação varia de estado para estado. Enquanto no Distrito Federal essa média é de 254 habitantes por médico, no Maranhão ela sobe para 1.382. Considerando as regiões brasileiras, o Sudeste é onde há uma concentração maior de médicos em relação à população local. São 353 habitantes por médico. Já a Região Norte apresenta o pior índice: 953 habitantes por médico (veja mais no mapa abaixo, elaborado pelo G1 com base nos números do CFM e do IBGE):
Confira a quantidade de habitantes por médico em cada estado brasileiro. Os dados dos médicos se referem às inscrições principais de cada profissional no Conselho Federal de Medicina. Segundo o CFM, é possível que um médico esteja registrado em mais de um estado (com uma inscrição secundária, desconsiderada na conta acima) (Foto: Editoria de Arte/G1)Confira a quantidade de habitantes por médico em cada estado brasileiro. Os dados dos médicos se referem às inscrições principais de cada profissional no Conselho Federal de Medicina. Segundo o CFM, é possível que um médico esteja registrado em mais de um estado (com uma inscrição secundária, desconsiderada na conta acima) (Foto: Editoria de Arte/G1)
Confira a quantidade de habitantes por médico em cada estado brasileiro. Os dados dos médicos se referem às inscrições principais de cada profissional no Conselho Federal de Medicina. Segundo o CFM, é possível que um médico esteja registrado em mais de um estado (com uma inscrição secundária, desconsiderada na conta acima) (Foto: Editoria de Arte/G1)
Marcus Villander, de 28 anos, é formado em medicina pela Universidade de Pernambuco (UPE) e tem residência em clínica médica. Atualmente, ele trabalha em dois hospitais no Recife – um público e um privado –, e explica que, no Brasil, os médicos estão mal distribuídos. “Há uma superlotação de médicos nas capitais e pouco povoamento de médicos nos interiores”, explicou ele, afirmando que, entre os formandos mais recentes, é cada vez mais difícil encontrar emprego na área nas capitais.
“Porque os salários não são atrativos e a estrutura não é atrativa”, afirmou Villander, que também é vice-presidente da Associação Nacional de Médicos Residentes (ANMR). De acordo com o clínico, nas cidades interioranas há poucas opções de educação e lazer, o que acaba afugentando os médicos e suas famílias.
Além disso, ele explica que os contratos de trabalho são precários e raramente há plano de carreira. Essa situação também começa a se reproduzir cada vez mais nos grandes centros, de acordo com ele. Villander explica que mantém três contratos com os dois hospitais onde trabalha: durante a semana, ele passa as manhãs em um hospital e as tardes em outros. Mas, às quartas e sábados, dá plantão em um dos hospitais, em um contrato separado. Já aos domingos ele precisa fazer visitas aos pacientes internados.

Mais médicas mulheres

Segundo dados da pesquisa Demografia Médica no Brasil, publicada pelo CFM em 2015, o Brasil viu seu número de médicos crescer quase oito vezes desde a década de 1970. Só entre 2000 e 2014, o crescimento no número de registros médicos (o resultado do número de novos médicos menos o número de médicos que deixaram de ter registros ativos) foi de em média 10 mil por ano.
Neste período, uma tendência na carreira de medicina apontada pelos dados foi o aumento gradual da participação das mulheres.
Considerando o número de médicos em 2015, nota-se que, enquanto entre os médicos mais velhos (com mais de 60 anos) as mulheres só representam um quarto do total, entre os profissionais de medicina mais jovens (com menos de 40 anos), as mulheres já representam a maioria (compare no gráfico abaixo):
Igualdade de gênero na carreira médica
Mulheres são grande minoria entre os médicos com mais de 60 anos, mas já são maioria entre a geração mais jovem
Fonte: Demografia Médica no Brasil 2015 (CFM)

Mais vagas em medicina

O estudo diz ainda que o Brasil contava com 257 escolas médicas em 2015, sendo que 69 delas (ou 27% do total) foram criadas depois de 2010. Este crescimento é um resultado do programa Mais Médicos, que, segundo o governo federal, criou 5.300 vagas de medicina, a maior parte em instituições privadas (veja abaixo):
Novas vagas de graduação em medicina
Desde 2013, o Mais Médicos criou 5.306 vagas em cursos de medicina, sendo 68% delas em faculdades particulares
Fonte: Programa Mais Médicos

Residências mais concorridas

A expansão das vagas em medicina, principalmente a partir de 2013, foi uma resposta do governo federal à falta de médicos para suprir a demanda da população brasileira. Um dos efeitos que esse aumento deve provocar, segundo a Associação Nacional de Médicos Residentes (ANMR), é uma maior concorrência para as vagas oferecidas na residência. Enquanto o número de formados todos os anos aumenta, o de vagas em residências médicas se mantém em entre 15 mil e 20 mil todos os anos.
As residências médicas são um tipo de especialização, ou seja, dão ao formado o diploma de pós-graduação lato sensu. Porém, elas funcionam em um regime especial: todos os programas de residência médica no país são regulamentados da mesma forma, e todos os residentes recebem a mesma bolsa pela carga horária de 60 horas semanais.
Depois da formatura em medicina, os médicos já podem exercer a profissão, mas precisam passar por pelo menos dois anos de residência médica para se especializarem (Foto: Divulgação/UFC/Ribamar Neto)Depois da formatura em medicina, os médicos já podem exercer a profissão, mas precisam passar por pelo menos dois anos de residência médica para se especializarem (Foto: Divulgação/UFC/Ribamar Neto)
Depois da formatura em medicina, os médicos já podem exercer a profissão, mas precisam passar por pelo menos dois anos de residência médica para se especializarem (Foto: Divulgação/UFC/Ribamar Neto)
O valor da bolsa foi reajustado pela última vez no início de 2016. O aumento foi de 11%, para R$ 3.300, mas só foi obtido depois de 21 dias de greve nacional dos residentes, segundo explicou ao G1 Marcus Villander, vice-presidente da ANMR.
“Veja a dimensão da coisa: você é um médico, formado depois de seis anos de faculdade, a faculdade mais longa do país. E depois disso você vai ter que trabalhar 60 horas semanais para ganhar R$ 3.300.”
(Marcus Villander, vice-presidente da ANMR)
Atualmente, Villander explica que há 56 programas diferentes de residência médica, que vão desde as áreas mais clássicas, como cardiologia, oftalmologia e neurocirurgia, a outras mais recentes, como acupuntura e homeopatia. Porém, nem todas permitem o acesso direto: em alguns casos, o médico precisa primeiro fazer uma residência em uma das áreas principais, como clínica geral e cirurgia geral.
Veja abaixo a lista atual de programas de residência médica, segundo documentos da Comissão Nacional de Residência Médica, ligada ao Ministério da Educação:
  • Residências médicas com acesso direto: acupuntura, anestesiologia, cirurgia geral, cirurgia da mão, clínica médica, dermatologia, genética médica, homeopatia, infectologia, medicina de família e comunidade, medicina do tráfego, medicina do trabalho, medicina esportiva, medicina física e reabilitação, medicina legal, medicina nuclear, medicina preventiva e social, neurocirurgia, neurologia, obstetrícia e ginecologia, oftalmologia, ortopedia e traumatologia, otorrinolaringologia, patologia, patologia clínica/medicina laboratorial, pediatria, psiquiatria, radiologia e diagnóstico por imagem, radioterapia.
  • Residências médicas que exigem uma residência prévia: alergia e imunologia, angiologia, cancerologia/clínica, cardiologia, endocrinologia, endoscopia, gastroenterologia, geriatria, hematologia e hemoterapia, nefrologia, pneumologia, reumatologia, cirurgia geral – programa avançado, cancerologia/cirúrgica, cirurgia cardiovascular, cirurgia de cabeça e pescoço, cirurgia do aparelho digestivo, cirurgia pediátrica, cirurgia plástica, cirurgia torácica, cirurgia vascular, coloproctologia, urologia, mastologia, medicina intensiva, cancerologia/pediátrica, nutrologia.
“Em anestesia, oftalmologia, otorrinolaringologia, psiquiatria, dermatologia, que são sempre muito concorridas, em geral você leva dois ou três anos para conseguir entrar”, explicou Villander. De acordo com ele, são as áreas que oferecem “trabalhos com baixas taxas de perda de paciente, pacientes ambulatoriais, que não são doentes críticos, e oferecem uma qualidade de trabalho e de vida pro médico que são mais atrativas”. Entre essas condições estão locais de trabalho menos insalubres e menor exigência de equipamentos tecnológicos, além de serem especialidades de acesso direto.
Veja o raio-x da carreira de medicina (Foto: Editoria de Arte/G1)Veja o raio-x da carreira de medicina (Foto: Editoria de Arte/G1)
Veja o raio-x da carreira de medicina (Foto: Editoria de Arte/G1)

GUIA DE CARREIRAS: MEDICINA

terça-feira, 18 de julho de 2017

IX CONFERÊNCIA MUNICIPAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL DE ITAPERUNA - RJ

No início da noite desta terça-feira (18) na Câmara Municipal de Itaperuna, aconteceu a solenidade de abertura da IX Conferência Municipal de Assistência Social de Itaperuna, com o tema: “Garantia de Direito no Fortalecimento do SUAS.
Conselheiros do CMAS (Conselho Municipal de Assistência Social), funcionários e usuários do SUAS, funcionários da Secretaria de Ação Social, Trabalho e Habitação, o prefeito de Itaperuna, Dr. Marcus Vinícius, a secretária de Ação Social, Camila Pires, além de autoridades municipais participaram do evento que contou com a apresentação da Orquestra Retocando, que abriu e fechou a solenidade.
O prefeito, Dr. Marcus Vinícius, direcionou seu discurso a todos os profissionais que vão participar da conferência, lembrando da importância de extrair dela bons resultados. “A Prefeitura está de braços abertos para a assistência social, o povo precisa da gente. Se todos trabalharem de maneira correta, Itaperuna será um grande diferencial na região e esta conferência vai entrar para a história”, disse o prefeito.
A presidente do CMAS, Maria Eli Resende Poeys, enfatizou a importância desta conferência na busca de projetos e propostas que serão apresentadas na Conferência Nacional, onde o município buscará recursos para suprir suas demandas. Maria Eli também prestou homenagem aos conselheiros do CMAS.
Já a secretária de Ação Social, Trabalho e Habitação, Camila Pires, agradeceu a toda sua equipe e lembrou que “o objetivo desta conferência é fazer com que nossa voz seja ouvida em Brasília. Precisamos fortalecer a participação popular, o controle social, os espaços de debate e de intervenção da sociedade civil. Esses são compromissos que amparam a nossa gestão. Precisamos enfrentar esse desafio e buscar respostas e avanços na esperança de garantir a possibilidade de um trabalho coeso para a convergência de resultados mais efetivos”, disse Camila Pires.
A IX Conferência Municipal de Assistência Social de Itaperuna segue nesta quarta-feira (19), a partir das 8:00 horas, no Itaperuna Tênis Clube (ITC), com realização de palestras, apresentação cultural, discussão, votação e deliberação das propostas e eleição dos Delegados para a Conferência Estadual. #SMASTH #IXConferênciaAssistênciaSocial #AçãoSocial#PrefeituraItaperuna


























Decom

Itaperuna pede apoio do poder público para Série C

  Marco Sameiro
clube alega não ter apoio do poder público e apela ao governo local
A Série C do Campeonato Carioca está se aproximando e o Itaperuna vive a expectativa pela volta ao futebol profissional depois de sete anos. A Águia do Noroeste tem, no entanto, dificuldades de ordem financeira e vai confiar no apoio dos colaboradores para bancar as taxas da competição. O clube alega não ter apoio do poder público e apela ao governo local para ter um pouco mais de saúde financeira em 2017.
Com pouco dinheiro, o Itaperuna sequer poderá pagar salários aos seus atletas apenas uma ajuda de custo. Quem garante é o presidente do clube, Aílton Salles, que falou à uma emissora de rádio da capital sobre a situação financeira do clube, embora tenha confiança de que o time poderá brigar pelo acesso à terceira divisão do Carioca:
“Não houve um planejamento porque a gente não teria recursos para isso. Fomos até a Federação, parcelamos nosso débito e fizemos acordos com pessoas que pagam aluguel ao clube. É com esse recurso que a gente vai tocar o campeonato. Nosso time é jovem, sub-23, em que os garotos não terão salários, vão jogar só pela profissionalização e com uma ajuda de custo. Estamos contando com a colaboração das pessoas de Itaperuna, mas queremos pedir que o poder público nos apoie. Tenho certeza de que vamos jogar bem o campeonato e estamos otimistas” explicou o presidente.
Sem poder jogar no Estádio Jair Siqueira Bittencourt, ainda em reformas, o Itaperuna designou Miracema como sua casa na Quartona. Aílton acredita que o estádio local esteja em condição de receber o time já na estreia, diante do Tomazinho.
“Estamos fazendo parcerias para viabilizar nosso estádio, mas como a prefeitura não tem podido nos ajudar, vamos mandar nossos jogos em Miracema, que vai fornecer ambulância e outras questões. Devemos estar entrando na Federação com os laudos até o fim de semana para ter o estádio apto para receber torcida na estreia, dia 30”  concluiu.

 Fonte FutRio

FESTIVAL DE SABORES EM BOM JESUS DO ITABAPOANA -RJ



sábado, 15 de julho de 2017

SECRETÁRIO DE SAÚDE DE CARDOSO MOREIRA-RJ PARTICIPA XXXIII CONGRESSO CONASEMS EM BRASILIA!

O Secretário Municipal de Saúde de Cardoso Moreira-RJ, Humberto Chaves Dias Júnior, participa do XXXIII  Congresso do Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde – CONASEMS, que acontece desde quinta-feira (13), e termina neste sábado (15), no Centro de Convenções Ulysses Guimarães em Brasília –DF. O tema deste ano é “Congresso “Diálogos no Cotidiano da Gestão Municipal do SUS”.

O Congresso contou com a Presença do Presidente da República Michel Temer, Senadores, Deputados Federais e Secretários de Saúde de  todas Regiões do Brasil.

Ao longo dos três dias, estão sendo desenvolvidas oficinas, seminários, lançamentos de publicações, painéis, assinaturas de termos de compromisso entre o CONASEMS e o Instituto Rui Barbosa para desenvolvimento de mecanismos facilitadores que promovam maior efetividade na aplicação e na fiscalização dos recursos públicos, mesas redondas e outras atividades.

O Município de Cardoso Moreira foi muito bem  representado pelo competente Secretário de Saúde Humberto Júnior, que vem desenvolvendo um grande trabalho na Saúde de Cardoso Moreira e buscando sempre o melhor para a população Cardosense.

“O evento é uma oportunidade de troca de ideais com secretários de todo o país, outros trabalhadores da saúde, usuários dos serviços e demais atores que constroem a saúde pública brasileira”, destacou o secretário de saúde de Cardoso Moreira Humberto Chaves Dias Júnior.








sexta-feira, 14 de julho de 2017

SECRETARIA DE CULTURA DE ITALVA FAZ BALANÇO DOS SEIS PRIMEIROS MESES DE 2017

A Secretaria Municipal de Cultura de Italva divulgou esta semana um balanço das ações realizadas nestes primeiros seis meses de 2017. Segundo o Secretário Erivelton Mendes, mesmo diante de tantas dificuldades encontradas e orçamento limitado, a pasta conseguiu manter um fluxo de trabalha muito satisfatório. “Quando se fala em cortar gastos, a cultura e o lazer são os setores que mais são atingidos, mas a prefeita Margareth teve a sensibilidade em nos dar suporte para que pudéssemos ter um ponto de partida. Estes primeiros seis meses são os mais difíceis, visto que precisamos de adaptação e reorganização do setor”, disse.  Abaixo segue o balanço das principais ações de janeiro a junho de 2017

  • Reorganização da secretaria, instalando-a em um ambiente mais adequado e favorável para o trabalho diário.
  • Conferência de todo material, equipamentos e instalações do setor, que gerou um relatório das reais condições encontradas.
  • Reorganização da Biblioteca Pública Municipal Machado de Assis e do Telecentro Municipal.
  • Realização do Projeto “A Praça é Nossa” que levou um grande público a Praça da Matriz com Feira de Artesanato, Música, Folia de Reis e Brinquedos Infantis.
  • Cadastramento dos artesãos do município e incentivo ao trabalho manual, fomentando a cultura e proporcionando ganho extra.
  • Apoio e incentivo a Folia de Reis do Município com cessão de transporte para diversas viagens e apoio no Arremate.
  • Realização da Festa do Trabalhador com Feira de Artesanato, Show, Brinquedos Infantis e sorteio.
  • Torneio do Trabalhador de Futebol Society entre servidores do município.
  • Realização da Copinha de Futebol Society Sub-11 2017 com grande êxito.
  • Reforço no Projeto Inclusão Cultural com aulas de teclado, canto coral e teoria musical.
  • Elaboração de Projeto para reforma e ampliação da Quadra Elias Ancelmé no Bairro São Caetano através da equipe de projetos da administração municipal.
  • Realização da 31ª Festa de Emancipação de Italva.
  • Elaboração do Projeto Segundo Tempo através da equipe de projetos da administração municipal.
  • Parceria com a Secretaria Municipal de Educação para a reativação da Banda Municipal.
  • Cadastramento de músicos locais para conhecimento e valorização.
  • Colocação de grades e cadeados na Quadra Elias Ancelmé no Bairro São Caetano com o objetivo inicial de evitar que refletores permaneçam acesos durante toda a noite, bem como evitar o acesso irrestrito das instalações.
  • Providências para a reabertura da Casa do Artesão no Terminal Rodoviário previsto para o 2º semestre.
  • Apoio ao Festival do Pastel da 4ª Igreja Batista, Festa da Biboca, Festival do Pastel da Capela de Cimento Paraíso e Festa da Apae.
  • Realização da Tradicional Festa de São Pedro Paraíso, que este ano resgatou a alvorada e o desfile escolar através da Secretaria de Educação.
  • Reorganização do Conselho Municipal de Cultura.
  • Apoio a Festa do Bairro Alto da Boa Vista.  

BALANÇO APRESENTADO NA CÂMARA 
Na última terça-feira (04/07), o Secretário de Cultura de Italva esteve na Câmara de Vereadores para prestar esclarecimentos referentes a Festa de Italva deste ano. Diante dos legisladores, foi apresentado o balancete financeiro do evento, respondidas as perguntas levantadas e apresentado o balanço geral da pasta. A maioria dos vereadores se mostraram satisfeitos com o resultado e agradeceram ao secretário por aceitar o convite para estar na casa legislativa.

Fonte DECOM ITALVA

PREFEITURA DE CARDOSO MOREIRA-RJ ASSINA TAC COM MINISTÉRIO PÚBLICO!


Nesta Sexta-feira (14), a Prefeitura Municipal de Cardoso Moreira se antecipa e procura o Ministério Público para se reunir  com o Promotor de Justiça Dr. Marcelo Alvarenga Faria  e o Juiz Dr. Rodrigo Pinheiro Rebouças com objetivo de  propor acordo sobre o horário determinado para o encerramento da Exposição Agropecuária de Cardoso Moreira. Na reunião foi assinado um TAC – Termo de Ajuste de Conduta determinando que a Exposição tenha encerramento às 03:00 horas da manhã todos os dias da Exposição.

Participaram da reunião o Prefeito Gilson Nunes Siqueira, o Procurador do Município Dr. Gerson Pereira Cardoso, Secretário de Agricultura e Presidente da Comissão de Festa Flávio da Silva Ferreira e  Coordenador da Guarda Municipal Jomar Suíço Antunes.

A reunião foi realizada no ônibus da Justiça Itinerante em Cardoso Moreira que tem por  objetivo  levar o Poder Judiciário até o cidadão, fazendo atendimento todas as sextas-feiras de 09 às 15 horas, com Juiz, Promotor e defensor público.